sexta-feira, 8 de abril de 2016

LISBOA: BAIXA/CHIADO

Hoje havia música no Rossio!
Parei e fui ver. E vejam que estranho instrumento musical :)
A música ecoava pelas ruas circundantes. Realmente o Rossio estava mais animado. Tiro umas fotos, procuro o melhor ângulo e nisto acabo por me perder no Tempo. Otima pausa a meio de um dia de trabalho.
O Rossio, o Chiado .... a baixa, acabam por não ser só para turistas mas também para os nacionais que acabam por se confundir na paisagem e desfrutam de uns bons momentos de descontração no seu próprio pais e na sua terra natal.



Subo ao Chiado e oiço a música que não gosto, mas que fica bem no ambiente, e por isso e só por isso gostei de a ouvir, soube mesmo bem. Recordei os dias que passei em Austria e a música que se tocava nas ruas, bem diferente, mas igualmente típico e próprio de cada geografia. Prefiro ouvir violino, mas concordo que aquele carro a vender fado está muito bem situado no Chiado a vender aquilo que é nosso.
E continuo pela Rua Garrett, e armada em turista até paro a apreciar a fachada do emblemático café "A Brasileira". Aquele que tem a estátua do Fernando Pessoa na esplanada. Espero para conseguir tirar uma foto à estátua sem pessoas por perto, mas desespero .... missão impossível... há sempre um turista por perto.


Aqui também há música, aqui neste ambiente, até me esqueço que trabalho da parte da tarde.
Mas faz bem esta pausa, corta os pensamentos, faz descansar e trás Silêncio entre o barulho.
Despeço-me olhando o horizonte, onde avisto o rio de um lado e o castelo de S. Jorge do outro.