sexta-feira, 5 de agosto de 2016

SINTRA: VILA SASSETTI

Vila Sassetti já não é o refúgio estival do senhor Victor Carlos Sassetti, mas sim, um novo acesso pedestre entre a vila de Sintra e o Palácio da Pena / Castelo dos Mouros.

Embora já esteja aberto ao púbico desde 2011 ainda se torna uma novidade muito boa quando alguém é surpreendido com a sua exstência. Em vez de percorrer as bermas e alguns atalhos da Estrada, onde lentamente as filas de carros fazem o seu acesso ao Palácio da Pena, o percurso Sassetti permite ao caminhante um passeio tranquilo por entre um bosque de castanheiros e carvalhos. No centro do bosque surge a casa/palácio Sassetti, de arquitetura estilo romântico medieval, que em conjunto com os jardins do bosque que a rodeiam dá um toque de encanto a toda aquela paisagem.

Realmente o contraste é tremendo, entre o passeio lado a lado com os escapes, e a calma e frescura do andamento pelo bosque.

No percurso Vila Sassetti não falta sombra nem locais para descanso,
não falta paisagem para contemplar, 
não faltam linhas de água e lagos,
não faltam flores, arbustos, fetos e árvores altas,
não faltam escadas e grandes subidas,
não faltam caminhos estreitos e lindos pedregulhos,
não faltam pontes de madeira e obstáculos a transpor,
não faltam locais inéditos e lindos,
não faltam ... o encanto e o romantismo.

As entradas e saídas da vila Sassetti são feitas através dos portões Sul e Norte, que encerram às 18h na época alta.
Para além do portão norte o percurso continua até ao Palácio da Pena, passando pelo sopé do Penedo da Amizade, local bem conhecido dos amantes de escalada e Rapel ... hum ... ainda me lembro do oito que deixei cair pelo penedo abaixo ... opssss ... não atingiu nenhuma cabeça ...uffaaa

No extremo norte do percurso, quando o cansaço invade e a vontade de desistir aparece, eis que surge a última escadaria que dá acesso ao miradouro onde se tem uma ampla e espetacular vista do Castelo dos Mouros.
As árvores altas e os pedregulhos redondos fazem as delícias dos últimos metros até ao Palácio da Pena.