sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

SOM

Voltei a ouvir o mesmo som,
a mesma melodia.
Um som tão diferente do comum,
um som tão especial.

Estava igual, um pouco menos melodioso.
Foi música para o meu ouvido,
ruído para a minha razão.

Um lindo som tocou por um Tempo.
Apareceu e ouviu-se,
apareceu e silenciou-se.

E foi o mais belo som jamais ouvido.